domingo, 24 de agosto de 2008

Itaparica

Olá!! Hoje será nossa última postagem antes de viajar para o Rio. Amanhã estamos programando uma limpeza no barco (inclusive os paineiros com oleo diesel) aqui na Marina de Itaparica e depois vamos para Aratu, onde deixaremos o barco durante o período da viagem. Como lá a Internet pega mal certamente não irei atualizar o blog.
Hoje fiz uma amiga... Princesa, uma vira-latas branca com manchas marrons. Quando passei por ela quase aqui na frente da Marina andando para a praia ela me olhou e resolveu me acompanhar. Foi incrível! Ela corria, latia pros passarinhos, nadava, perturbava os cavalos mas sempre ligada onde eu estava e me seguindo o tempo todo. Ela estava de coleira e eu só me preocupei de achar o dono depois que a estas alturas já devia estar cabreiro. Só voltamos umas 2 horas depois, andamos muito mesmo. E ela adorava entrar na água comigo, quando eu saía ela ficava latindo pra mim e para o mar meio que pedindo para eu entrar com ela de novo. Eu entrava e ela vinha toda feliz. Foi uma companhia e tanto principalmente porque tem trechos bem vazios no caminho pra Ponta de Areia. Na volta parei na praia do Forte e foi aí que comecei a questionar se as pessoas a conheciam e duas crianças me deram todas as dicas. Que ela se chamava Princesa, que o dono morava por ali mas não sabiam exatamente onde e que ela era largadinha mesmo. Saí da praia e ela veio atrás. Parei pra tomar coco e ela sentou pra me esperar, uma fofa! Entrei na Marina, ela veio atrás e aí expliquei que ela não podia ficar mais ali, que tinha que voltar pra casa. Ela abaixou o rabinho e assim que entrei no pier olhei pra trás e ela já tinha dado meia volta saindo, que dor no coração! Nossa, foi um passeio e tanto e bem divertido! Espero encontrá-la mais vezes por aqui! Enquanto isso Lu acordou mais tarde e ficou pelo barco vendo Tv e conversando com os amigos. Almoçamos no Namastê, restaurante da Marina e depois fomos dar um passeio no centrinho com os amigos. Na volta recebemos o Santini e o Luiz Fernando no barco e de noite voltaremos para o Namastê pois vai rolar um sonzinho com a Bernadete e o Reinaldo (Leoalouca). Ela canta e ele toca piano, legal, né? Daqui a pouco vou me arrumar pra sairmos.
Bem, acho que é isto galera! Vocês nos acompanharam durante todo este mês, muitas aventuras, novos amigos, novas experiências, tudo foi muito bom! Vamos fazer uma pausa agora no Rio mas no dia 04 de setembro retomamos a viagem e tudo mais que a gente vem vivendo. Continuaremos compartilhando com vocês através do blog, podem esperar!
Um grande beijo e até a volta!!!

sábado, 23 de agosto de 2008

Itaparica

Quem disse que na Bahia não faz frio?? Hoje foi um um venta/chove/para o dia todo. Choveu e fez sol umas 5, 6 vezes, chega a ser engraçado! Mesmo assim nesse molha/seca isso aqui é um vício, está maravilhoso!!! Hoje foi um dia bem gostoso. De manhã enquanto o Lu ficou assistindo aos jogos fui dar uma andada pela praia. A maré estava baixando e a faixa de areia crescendo a cada minuto, um barato! Fui daqui da Marina até a praia de Ponta de Areia pegando chuvisco e sol. No meio do caminho dei um super mergulho muito bom, agua quentinha. Na volta depois de mais um mergulho aqui mesmo junto ao barco nós almoçamos e começamos a receber alguns de nossos amigos aqui na Marina. Eles vieram hoje de Aratu e amanhã terá mais um grupinho vindo de Maragogipe. Foram chegando o Redboy, Simbad, Feitiço e por último o Pappy. A tardinha depois de um longo papo com Ser pelo skype, ficamos de papo com a galera no restaurante da Marina e saímos para jantar num lugar bem gostoso aqui no centrinho chamado Fundo de Quintal. Uma delícia! Comemos pastéis e pizza, só coisa light! Hummmmm!!! Junto ao nosso grupo estavam também Bernadete e Reinaldo que já conheciam parte do pessoal do último Costa Leste. Eles estão pelo nordeste desde então, ou seja, desde 2006. Vieram com o Cruzeiro e acabaram ficando por aqui pelas redondezas até hoje... mês que vem eles começarão a descer com o barco de volta a Paraty, sua "residência" inicial.
Voltamos para o barco umas 23:30h e Lu está esperando o jogo de voley concorrendo a medalha de ouro. Acho que não vou aguentar esperar não... vamos ver... mesmo assim: Boa Sorte Brasil!!

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Aratu/Itaparica

Oi!! Ontem em Aratu almoçamos no clube e depois saí para dar uma volta com algumas das meninas enquanto o Lu ficou vendo os veleiros com o Santini e o Luiz Fernando. Só fomos até a pracinha pois assim nos orientaram. Disseram para não passarmos dali e mesmo assim para ter muito cuidado no caminho. Ficamos assustadas mas como esta "rotina" não tem sido novidade resolvemos ir. No caminho realmente um lugar bem pobre mas tranquilo. Ao chegarmos na tal praça tomamos um sorvete e demos uma circuladinha nas redondezas. Entramos na padaria e a primeira vista achamos que estava fechada. Entramos e antes do balcão havia uma grade... ???? não entendemos mas logo entrou uma senhora atrás de nós e ao questionarmos se estaria aberta ou não (não havia ninguém atrás do balcão) ela respondeu: - estamos na boca do inimigo!!
Saímos de lá e começamos a reparar que todo o comércio estava atrás de grades, inclusive a sorveteria que fomos. Bem que a gente quando entrou não tinha bem certeza se estava fechando ou ainda abrindo... só tinha uma portinha aberta e o resto da loja com grades, uma tristeza!
Voltamos e ao chegar no clube encontrei o Lu com os "rapazes". Os convidamos para uma visita e viemos para o Gandaia, nós, Santini e Luiz Fernando. Ficamos de papo até umas 19h e a noitinha fomos para o clube pois estava rolando um som com Susy, Vitor (violão), Felipe e Zé Ricardo (sax) e a galera com voz e "percussão"em ovinhos, chocalhos e baldes. Estava bem animado!
Sex 22/08 - Parabéns Rêêê!!!
Acordamos e zarpamos para Itaparica. Resolvemos fazer esta mudança pois o fato de termos que ficar "presos" nos deixou meio chateados. Umas 13h estávamos atracando na Marina de Itaparica. Saí para dar uma andada enquanto o Lu ficou vendo olimpíadas pela Tv. Aqui na Marina temos energia e água no pier. Mais tarde fomos de van até o ferry boat (em Bom Despacho) para irmos até Salvador buscar nossa roupa na lavanderia. Foi jogo rápido, pegamos a roupa e voltamos para Itaparica mas desta vez de traineira (que eles chamas de lancha). Descemos em Mar Alto, fizemos uma comprinha e pegamos a kombi para a Marina. Agora a noite estamos no barco e vamos ficar por aqui. Tentamos ligar para o Rê pelo skype para dar parabéns e falamos com a Gabby. Ele não estava... hoje nosso dia foi cheio e vamos descansar cedo para aproveitar amanhã. Boa noite!!
obs: infelizmente continuamos sem fotos pois não tenho carregado a câmera para estes trajetos. Amanhã deve dar pois aqui em Itaparica a coisa é bem mais tranquila.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Salvador/Aratu





Olá!!


Continuando nossa terça feira: saímos para o Pelourinho para o restaurante Pomerô, indicação do Jonas. Experimentei mais uma moqueca (o primeiro lugar ainda está em Porto Seguro) e o Lu comeu escondidinho, que aqui é feito um pouco diferente que no Rio e além disso é feita com carne de sol. Ele gostou mas prefere a carioca. Saímos de lá e demos um ótimo passeio pelas famosas ladeiras do Pelô. Estava bem movimentado e com menos pivetes e pedintes, o que deixou o passeio ainda mais agradável. Acabamos achando um show (que aqui é famoso pois parece que acontece todas as terças) na escadaria da Igreja do Paço, do Gerônimo. Nossa! Muito legal! Muito legal meeesmo!! Um astral, muita gente, música boa, diferente, um ritmo interessante, adoramos! De lá ainda andamos mais um pouco e na volta paramos atrás de um grupo (pequeno) tipo Olodum, muita vibração, um som bem bacana! Antes de voltar para o barco ainda rolou um sorvetinho de sobremesa (também indicação do Jonas) na sorveteria que fica na saída do elevador Lacerda.


Ao chegarmos no clube acabamos encontrando a família Mente Sã (Gilberto, Rosângela e Gisele) e os convidamos para vir a bordo. Foi super gostoso, eles trouxeram um vinho e ficamos até uma da manhã conversando e vendo fotos.


Quarta-20/08 - Fui ao supermercado com Rosângela e Gisele enquanto o Lu preparava o barco para sairmos para Aratu. Na volta recebemos visitas da Ana Lécia (Macanuto), Marcão e Marisa que ainda não conhecia o Gandaia. Meio dia mais ou menos todos começaram a voltar para seus barcos pois a largada seria 12:30h e o combinado seria fazermos esta travessia todos juntos. Convidamos o Altenir (Migrante) para vir conosco já que o Migrante ficaria no Cenab e ele iria por terra. Fiz um frango ao curry para nosso almoço comemos durante a viagem que foi bem agradável e tranquila apesar dos molhados pirajás. Chegamos umas 15h e a noite rolou a festa de despedida do Cruzeiro Costa Leste 2008. Nossa! Foi um sucesso!!!! Teve um mega show de Capoeira (caraca, muito legal!!!), música com Susy e Vitor e forró. Além disso, claro, muita comidinha gostosa (huummm incluindo Acarajé) e bebida a vontade, alto nível!! Foi bem divertido e todos curtiram muito.


Quinta-21/08 - Acordamos 10:30h e no momento estamos meio preguiçosos ainda para sair para terra. Aproveitamos para ver fotos e atualizar o blog.


Gente, infelizmente tenho pouquíssimas fotos (quase nenhuma) de Salvador pois lá não foi possível levar a câmera pras ruas. Para completar, ontem na festa o flash não funcionou e fiquei sem registros desses ótimos momentos. Vou tentar pegar fotos com alguém do grupo mas por enquanto vocês terão que se contentar com essas pouquinhas.


Beijinhos e até a próxima.


terça-feira, 19 de agosto de 2008

Salvador e mais filminhos

Hoje acordamos umas 9h, saímos para levar nossa roupa na lavanderia, passeamos um pouco no Mercado Modelo e fomos para a Bahia Marina tentar encontrar alguém para ver o problema do motor. Acabamos conhecendo Carlinhos e Rafael da Greennautica e viemos com eles para o barco. Já analisaram vários pontos e no momento o Carlinhos acabou de sair da água. Conclusões: o barulho novo que havia começado em Vitória não tem nada de bucha de eixo etc etc, era o anodo que estava meio frouxo. Na água Carlinhos apertou. O outro barulho que acho que nem nunca comentei com vocês parece que é da correia. Ele a apertou e nos aconselhou trocá-la mas nada urgente. De repente só dele ter apertado já vai melhorar o barulho, vamos saber amanhã na travessia para Aratu.
Na nossa volta pra cá faremos a revisão do motor e vamos tentar resolver o lance do vazamento de diesel com eles. De quebra vamos tentar resolver o motor de popa (que insiste em morrer) e quem sabe a luz da bússola.
Daqui a pouco vamos sair pra almoçar/jantar pois já são 16h e passear mais e a noite vamos pro pelourinho de novo.
Hoje compramos nossa passagem e estaremos no Rio de 26/08 até 04/09. Veremos vocês por aí.

Resolvi enviar mais alguns filminhos do meio da viagem aproveitando a conexão daqui de Salvador
1- Por do Sol no meio da travessia
2 - Moqueca Capixaba
3 - Lu falando com a rádio Farol na nossa chegada em Abrolhos
4 - Um Atobá adolescente tentando seu primeiro vôo
video video
video video

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Camamu/Salvador


















Nossa, mó tempão que não escrevo, né? A internet em Camamu deixava um pouco a desejar... e o celular também, pelo menos ali em frente ao Sítio Sabiá, onde paramos o Gandaia.





Vamos por partes:

Camamu 14/08 - Após horas e horas de gelo no dedão e anti-inflamatório, saímos para um rolé de bote pelas redondezas. Depois fomos pro restaurante da pousada e ficamos de papo com a galera até tarde.

Sexta 15/08 - O dedo já amanheceu bem melhor. Fiquei na dúvida se era efeito do remédio mas otimista resolvi suspendê-lo acreditando que não estava quebrado. Nem ficou roxo. No fim, foi melhorando e hoje já nem sinto nada. Ufa!

Neste dia fizemos um passeio com nossos amigos num Catamarã para Maraú (lá só praticamente paramos para almoço) e depois para a cachoeira de Tremembé, lindíssima!! Na volta clicamos a vida dura do nosso amigo Gilberto Mente Sã. Voltamos para o barco e lá ficamos, exaustos do dia longo de passeio.

Sab 16/08 - Saímos cedinho com uma traineira para a cidade de Camamu. No barco conhecemos Angela, uma baianinha muito simpática que acabou nos acompanhando durante todo o nosso tour na cidade. Depois ela ficou lá na casa da tia e voltamos em outro barco com a galera do cruzeiro. Eles haviam contratado uma para levá-los e buscá-los e como sobraram dois lugares na volta nos juntamos a eles. Em Camamu fizemos um tour gastronômico.... Tomamos suco de cacau, comemos pamonha de aipim, acarajé e depois ainda fomos almoçar (moqueca pra variar) com parte do grupo que encontramos pelas ruas da cidade. Além da gastronomia baiana, passeamos e fomos na feira que acontece todos os sábados por lá. Bem legal!

Chegamos e passamos o resto da tarde descansando e curtindo um lindo por do sol deitados na proa, um astral. De brinde ainda presenciamos um eclipse parcial da lua que até nos deu um susto pois estávamos esperando a lua cheia quando ela apareceu no céu minguante. Até chegarmos a conclusão de que se tratava de um eclipse ficamos meio encafifados. Aqui a gente fica por fora do mundo mesmo, nem tínhamos idéia que haveria o fenômeno. Mas foi lindo, ainda mais assim, surpresa! De noite houve reunião para decidirmos a programação de saída para Salvador e depois disso fomos num forró ali perto.

Dom 17/08 - 4h da manha, um susto! O veleiro Fram que estava ancorado ao nosso lado bateu na gente. Levantamos todos assustados e demoramos 2 horas até solucionar o problema. As correntes de ancora dos barcos se enroscaram pois como havia corrente de maré e vento, os barcos giraram de forma diferente. A solução foi o Lu descer de botinho e na mão desenroscar o cabo do Fram do nosso. Engraçado é que esta é a segunda vez que estes cabos se enroscam. A primeira foi quando a gente em Vitória arrancou a âncora deles na tentativa de achar uma vaga no lugar mais tranquilo do clube(dia 28/07). Depois de tudo resolvido demos uma descansada e saímos. Caminhamos pela praia na maré baixa até Barra Grande. Nossa! Foi um passeio delicioso e num lugar lindíssimo. Com a maré seca (como eles chamam aqui) o mar em alguns trechos começava a muitos metros da areia, um visual super interessante. Quando chegamos, sentamos para um coco e acabamos encontrando a Marisa e o Marcão (Veleiro Simba). Nos juntamos e fomos dar uma volta nesse charme de lugar. Adoramos Barra Grande!!! Voltamos, almoçamos, descansamos e fomos para a pousada para outra reunião onde ficou decidida a nossa partida para Salvador, hoje!

Hoje, segunda, 17/08 - Zarpamos para Salvador umas 4:20 da manha. Na saída da Barra, ondas grandes e um pirajá só pra variar. Depois disso a travessia foi tranquila pois apesar do mar grande, o período das ondas era longo. Chegamos no Terminal Nautico da Bahia (antigo Cenab) umas 15:30h e depois do almoço e de um pequeno descanso recebemos visita do Mario(Redboy), Sergio, Jonas e Marcão. Eles vieram conhecer o Gandaia e ficamos batendo um papo super gostoso. A noite saímos com eles para jantar em um restaurante no Pelourinho subindo no famoso elevador Lacerda e no caminho nos juntamos com o casal do Veleiro Mony, a família Mente Sã e o casal do Fram, Felipe e Ana. Foi bem agradável apesar da abordagem de muitos pedintes e alguns pivetes pelo caminho. Já nos tinham alertado sobre isso e estávamos mega ligados mas mesmo assim foi meio estressante, ainda mais depois de passar dias em verdadeiros paraísos. Faz parte!

video

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Camamu




E aí galera!!! Estamos no paraíso!!


Saímos de Ilhéus terça feira 11:30 da noite e chegamos aqui em Camamu ontem (quarta) umas 11:30h da manhã. A travessia foi agradável apesar dos 4 pirajás que pegamos pelo caminho. Bem, pegamos não, Lu pegou... pois é gente, nesta viagem eu dormi direto... e na cabine, ou seja, conforto total! Tá certo que toda vez que o Lu enrolava e desenrolava a genoa eu dava uma acordada meio assustada pois a catraca estava bem acima da minha cabeça. Fora o barulho das rajadas que vinham com o pirajá! Eu só ficava torcendo pra passar logo e depois caía no sono de novo. Tinha tomado 2 dramins desde antes de zarpar e esse sono todo foi por causa disto. Em Ilhéus estava bem mexido e além disso o barco está com cheiro de diesel... é... estamos com um vazamento insuportável de diesel pela tampa de inspeção. Vamos resolver isto em Salvador.


Enfim, dormi até de manhãzinha e acordei quando todos os pirajás já estavam longe. Até chegarmos em Camamu não tive o desprazer de passar por nenhum, que sorte!


Bem, a seguir o relato do Lu sobre a travessia:


Saímos de Ilhéus com vento E (leste) de 20 a 25 nós e só com a mestra no primeiro rizo fazendo uns 6 nós. Apesar das rajadas o barco adernava pouco. Esse foi nosso primeiro pirajá. Depois disso o vento diminuiu, abri a genoa e ficamos andando entre 4,5 e 5,5 nós numa velejada bastante tranquila. Como tínhamos planejado chegar em Camamu por volta de meio dia devido a maré esta velocidade estava dentro deste objetivo. Durante a travessia o vento rondava constantemente me obrigando a ficar mudando a regulagem das velas o que tornou a viagem um pouco cansativa, fora os outros pirajás pois em cada um deles eu tinha que arribar o barco e enrolar a genoa. Ainda tinha a chuva que limitava a visibilidade e molhava. Houve momentos que o vento diminuía e a nossa velocidade ficava abaixo de 4 nós. Nestes casos eu ajudava com o motor. Quando amanheceu o dia estávamos motorando e vi duas baleias próxima ao barco, uma cruzou a proa e a outra ficou pelo través. Acho que esta estava dormindo pois estava boiando na superfície. Nossa chegada foi tranquila e ancoramos facilmente no Campinho.


Foi isso gente, não foi meio tumultuado pra uma noite de sono?? Pois é, mas deu pra descansar legal apesar de toda esta movimentação... ainda bem que o Lu aguenta o tranco legal e ainda por cima não enjoa, né? Alguém tem que trabalhar -hehehe


Jogamos ferro, almoçamos e relaxamos um pouco no cockpit curtindo o silêncio e o visual do lugar. Depois demos um pulo em terra e fomos passear numa praia aqui pertinho. Aproveitei para tomar um coco numa birosca e fiquei encantada. Diálogo:


- Moço, esse coco aí tá bom?


Perguntei pois achei o coquinho que estava no balcão meio verde e pequeno.


- Tá muito não mas eu tiro outro do pé! Esse aqui tá muito doce não...


Pedi para fotografar pois achei o máximo. E o coco estava maravilhoso!!!


De tarde descansamos mais no barco e a noite voltamos para terra para a social do dia. Ficamos de papo com o pessoal aqui na pousada em frente até umas 9h da noite e viemos dormir.


Nossa, que sono revigorante! Luiz que o diga!!!


Acordamos hoje e depois do café da manhã fomos de bote até a praia e decidimos fazer uma caminhada pela Barra Grande. Assim que saltamos do bote, tranquilamente admirando a paisagem e passeando pela areia uma fatalidade: dei uma ultra mega topada numa pedra com o meu dedão do pé direito que ainda por cima é meio doentinho por já ter sido quebrado em um outro paraíso, Saco do Céu na Ilha Grande. Caraca, que dor!!!! Não acreditei!!!! Andamos até a birosca do homem do coco e pedimos gelo. Fiquei sentada com o gelo no pé enquanto o Lu foi buscar o bote para me resgatar e voltar ao Gandaia. No caminho passamos no Veleiro Marrano (do nosso querido Dr Marcelo) para uma rápida consulta e já no barco tomei o anti-inflamatório receitado (ainda bem que temos boa provisão de remédios e coisas para primeiros socorros) e fiquei com gelo direto. Agora são 14h e já me sinto um pouco melhor. Só não dá pra mexer muito o dedo. Espero não tê-lo quebrado novamente, ainda mais em outro paraíso! Mas não tem nada não, daqui a pouco vamos sair de novo, queremos aproveitar.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Ilheus


Oii!!! Resolvemos dar uma parada em Ilhéus. A navegação de ontem foi tranquila, 80% no motor pois o vento só apareceu mesmo mais pro final da travessia. Decidimos parar aqui para abastecer de diesel e água e também comprar umas coisinhas no mercado. E foi isso que fizemos... ontem chegamos meia noite mais ou menos, comemos, tomamos banho e chapamos. Dormimos super bem e hoje as 9:30h já estávamos de pé. Passamos a manhã no barco e depois do almoço fomos abastecer de água e diesel num lugar aqui mesmo perto do Iate Clube. Fomos com o barco até lá numa manobra tranquila e resolvemos tudo por ali mesmo. O local está na foto...

Depois disso resolvido saimos para umas comprinhas e enquanto o Lu veio descansar fui dar um rolé pra ver as redondezas. Confesso que não curti tanto não... pelo menos aqui ao lado do clube.

Do outro lado na orla da praia até que é interessante pois entre a calçada e o mar tem o maior gramadão e isso dá um ar diferente na praia, gostei bastante do visual!

Não deu tempo de ver os pontos históricos da cidade, isso faremos depois numa outra visita com calma, afinal não vi nada das coisas que sei que tem de interessante por aqui. Fica pra próxima!

Agora estamos dando uma descansada e mais tarde zarparemos para Camamu. Acho que lá dá pra acessar a internet. Se der mesmo, até lá! Se não der, até Salvador só no fim de semana.
Ah! Coloquei fotos dos outros dias, tá?
Beijos

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Santo André















Oi gente!!! São 5:45h de segunda feira e daqui a pouco estaremos zarpando daqui... que peninha... a maioria da galera foi no sábado de tarde mas nós estamos no grupo que resolveu ficar um pouco mais. Isso aqui é muito bom!!
Continuando nosso primeiro dia por aqui... saímos para terra novamente no fim do dia para a reunião no espaço Tangerina, um lugar novo aqui de Santo André super transadinho. Houve uma apresentação de dança das crianças locais, música ao vivo com canja da Susy e do Vitor, um ranguinho gostoso e para mim diferente (provei casquinha de caranguejo... acho que prefiro siri) e a reunião que na verdade não envolvia tanto a gente pois já tínhamos decidido ficar mais e a galera quase toda iria embora no dia seguinte. Qual não foi nossa surpresa ao saber que mais uns 5 ou 6 barcos ficariam também. Ótimo! Vamos sair hoje todos juntos numa mini flotilha.
Depois do espaço Tangerina seguimos para o Gaivota, restaurante super simpático, incluindo seus donos, bem em frente ao local que ancoramos. Chegando lá resolvemos ficar pois nosso pessoal todo estava numa roda cantando ao som do violão do casal musical (Susy e Vitor) o sax do Zé (Toriba), e percussões improvisadas. Impossível não sentar e ficar. Depois que saímos de lá nos dividimos um pouco e acabamos indo com Gilberto, Rosângela, Santini e Luiz Fernando para outro restaurante. Tava rolando o maior samba e foi bem divertido. Voltamos para o barco mais que uma da manhã. Essa Bahia promete!!
Sabado, 09/08h. Acordamos quase 10h da manha de uma noite inacreditável... gente, o barco aqui fica completamente estático, não tinha como não estranhar depois destes dias de cavalgadas e galopes no mar. Fiquei até com medo de enjoar, hehehe
Saímos e depois de afazeres domésticos (mandar roupa para lavadeira) fomos conhecer a fábrica de doces e licores. Imaginem só as compras, né? Licor de manga, doce de coco queimado, cocada de maracujá e doce de manga... tô ferrada!!! Lá conhecemos a Aline e o Jorge (ai meu Deus não tenho certeza se o nome dele é este, se não for, me desculpem) e depois de um longo papo degustando os licores da fábrica, os trouxemos para conhecer o Gandaia e tirar uma foto com o veleiro. A tarde rolou um mega almoço no Gaivota, maravilhoso!!!
Após o almoço fomos com a Rosangela e o Gilberto para Cabralia. Andamos até a balsa e lá depois de dar uma passada no banco pra sacar uma graninha fomos ao centro histórico no alto de uma ladeira que quase nos fez desistir onde fizemos um mini tour com um guia local conhecendo um pouco da nossa história. Além de presenciar um por do sol numa vista alucinante! Passamos no mercado antes de voltar e ao chegar em Santo André paramos numa pizzaria para uma boquinha antes de voltar para o barco.
Dom 10/08 - Recebemos o Gilberto e Rosangela para uma rápida visita ao Gandaia e saímos com eles para aproveitar o dia. Fizemos um city tour pelas redondezas. Fomos novamente a Cabrália mas desta vez para pegar a van até Coroa Vermelha, ponto turístico mais importante por ser o primeiro lugar onde Pedro Alvares Cabral desembarcou e onde foi rezada a primeira missa. Interessante mas parece que antes da festa dos 500 anos era mais legal ainda, mais simples e mais "natural". Mesmo assim achei bem bacana. Ah! Conhecemos o Patá Shopping...
Arranjamos um taxista que nos fez um preço legal e seguimos para Porto Seguro. Almoçamos no restaurante tia Nenzinha (moqueca de dourado, hummm, achei bem melhor qua a moqueca capixaba) demos um rolé pela cidade e já no fim da tarde começamos a baldeação para voltar ao nosso ponto de partida. Passamos no Gaivota para a saideira e voltamos para o barco para arrumar tudo para a próxima partida daqui a pouco.
Galera, estou correndo pois temos que ir... vou continuar devendo as fotos mas não estou com tempo de carregá-las principalmente agora que são quase 6:30h. As 7h o prático vai nos ajudar a sair daqui e temos que acelerar... até Ilheus ou Camamu!!! Pois é, ainda não sabemos onde iremos parar, vamos decidir no caminho! Desculpem se houve algum erro ortográfico mas não dá tempo nem pra revisão! Beijos para todos!! Bons Ventos e ótimo mar pra gente!! Boa semana!!!

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Abrolhos e Início de Santo André



















E aí galeraaaaa!!! Nossa, temos muitas aventuras a bordo do Gandaia pra vocês. E fotos e filminhos também!!! Vamos por partes:
Saída de Vitória para Abrolhos - dia 04/08, segunda feira, 9h da manha. Bem, de manhã cedinho o cara que iria ver o barulho no motor apareceu. Não era desalinhamento no eixo e ele suspeita que seja o desgaste da bucha no pé de galinha (que suporta o eixo do motor). Enfim, nada grave mas teremos que ver isto em Salvador assim que chegarmos. Zarpamos assim que o cara se foi. O início da travessia foi com o mar um pouco mexido demais pro meu (Valeria) gosto. O vento era Sul e isso foi ótimo pois era totalmente a favor. A noitinha o vento morreu e seguimos motorando direto até Abrolhos pois quando ele reapareceu era contra mas fraquinho, não chegou a atrapalhar.
No caminho vimos muuuuuuuitas baleias e uma chegou muito perto de nós, curiosa. Ela deu um daqueles pulos fenomenais ao lado do barco e depois levantou só a cabeça para olhar para nós. Caraca, foi um susto mas foi encantador!!! Não acreditei que estávamos sem a câmera na mão. Depois conseguimos mini filmes de outras mas nada comparado a esta que chegou tipo uns 50 metros do Gandaia.
Chegamos em Abrolhos dia 05/08, terça feira, 15:30h. Assim que jogamos âncora pulei na água, nossa, que saudades de água limpa!!!! Mergulho delicioso apesar da água não estar tão quentinha quanto das duas vezes quem estivemos por lá. Demos um jeitinho no barco e fomos até a Ilha Siriba que tem um ninhal gigantesco de Atobás brancos. Vocês não fazem idéia da coisa maravilhosa que é este lugar. Tem Atobá em todas as fases da vida desde sendo chocado até os mais adultos. E os filhotes... coisa mais fofa, desde bem baby parecendo uma trouxinha de algodão até jovenzinho adolescente trocando as penas e aprendendo a voar, uma coisa!!
A noite voltamos para o barco e decidimos comemorar esta chegada já triunfal com um queijo brie e geleia de damasco...hummm, grande idéia, né? Mas quando abrimos o queijo ele estava com uma aparência meio vencida... tudo bem, trocamos por queijo minas padrão com geleia de damasco mesmo. O improviso ficou ótimo!!!
Tivemos uma pequena interrupção no nosso jantar semi-chique quando o Lu olhou nossa posição no GPS e achou que a âncora tinha garrado. Eu achei que não mas... "just in case"fomos jogar de novo. Lá fora estava um breu, só víamos a luz do farol e muitas, muitas, muitas estrelas, nossa, que céu! Jogamos de novo e ficamos seguros. Fomos dormir cedo para aproveitar o dia seguinte desde cedo.
06/08, quarta feira - acordamos cedinho e fomos de botinho de novo até a Ilha do ninhal de atobás. Ficamos realmente muito encantados com a beleza da ilha e de seus habitantes. Demos sorte de neste segundo dia sermos guiados pela famosa Bernadete, do Ibama. Ela trabalha em Abrolhos há vinte anos e sabe muito do local. Foi um aprendizado e tanto!
De tarde fomos até a outra ilha do arquipélago, a Santa Bárbara. Esta que é a ilha do farol de Abrolhos e só pode ser visitada com permissão da marinha. E ainda bem, nós do cruzeiro Costa Leste tínhamos. Rolou o churrasco e depois fomos caminhar pela ilha. Primeiro fomos no mirante e depois fomos até o farol, cada ponta da ilha com visuais mais deslumbrantes. Todos os passeios eram guiados pelo pessoal local, do Ibama ou da marinha. Voltamos para o barco para arrumar nossas coisas e prepará-lo para seguir viagem no dia seguinte.
07/08, quinta feira - acordamos umas 7h de uma noite meio mal dormida. Entrou um vento Leste e o mar ficou muito mexido, balançou a noite inteira. Em compensação este vento era perfeito para nossa nova travessia, a de Abrolhos para Santo André. E que travessia! Desde o início da viagem só este trecho consegui curtir. Quase nem dormi... ficamos o dia inteiro com ótimo vento, mar calmo, dia lindo e muitas, muitas baleias de novo, que delícia! E com o barco navegando só com as velas, sem o barulho do motor, elas se aproximavam bem mais. Um grupo passou bem pertinho da nossa proa, gigantes, impressionante. Mais tarde consegui fazer um filminho com duas batendo a calda na água, lindo! Só desculpem a tremedeira e o foco meio ruim. O barco nesta hora estava no motor e estava a mil por hora.
Gente, só uma observação, aqui no barco a internet é realmente lenta e as fotos e filmes vou tentar postar de algum outro lugar. Vou ficar devendo mas assim que der eu adiciono no blog, ok?
Então voltando a velejada... 90% do dia velejamos maravilhosamente mas no resto demos uma motorada pois o ventinho deu uma diminuída e não queríamos demorar demais pra chegar. A noite então motoramos quase todo o tempo. No meio da noite um susto, passamos pelo famoso pirajá, fenômeno muito comum nestas redondezas. De repente uma ventaca, uma chuva torrencial, uma confusão! Lú já prevendo pois estas coisas são visíveis no radar antes mesmo de rolar (é uma nuvem de tempestade localizada, densa, negra e "pesada") tirou a genoa e baixou a vela grande. E só! É o que podemos fazer pra reduzir os efeitos meio rudes do "presentinho". Para o nosso (e de todos) consolo, este evento dura no máximo uma meia hora e a galera sabendo disso (inclusive nós) fica mais tranquila. E passou mesmo...
Umas 3:30h da manhã do dia 08/08/08 (Aniversário do papai!!!!)chegamos no lugar que dormiríamos até umas 6h, 7h da manhã, hora da maré cheia, quando o prático do local encaminharia os veleiros para dentro do rio no local apropriado para ancoragem, por um caminho que só quem conhece (ou quem tem pouco calado) se aventura a fazer sem ajuda.
A chegada a este ponto de encontro foi um pouco estressante. Estava muito escuro e tinham muitas pequenas luzes que nos confundiam. Nossos amigos do veleiro Migrante já estavam por lá e queríamos achá-los para jogar âncora ao lado mas a dúvida era: que luz é a do Migrante?? Chamamos eles pelo VHF (3:30h da manhã, que chato acordá-los) e ainda bem, eles estavam ligados. Pedimos uma luz, literalmente. Pedimos para eles piscarem uma lanterna para que pudéssemos identificá-los e aí sim, fomos direto ao ponto certo. Ufa, deu tudo certo. Dormimos até a hora que o prático se apresentou pelo VHF, arrumamos tudo e partimos para o ponto da ancoragem.
Jogamos 2 ferros (um pela proa e um pela popa) pela primeira vez afim de evitar que o barco girasse pois o canal de navegação é estreito para a quantidade de barcos. Foram duas tentativas e acertamos direitinho. E o melhor, aqui o barco nem se mexe, parece que estamos em terra, hoje vamos dormir muito bem depois de dias e noites "ondulados". Bem, tudo seguro no barco, colocamos os telefonemas em dia, e fomos para terra. Gente, Santo André é simplesmente MARAVILHOSA!! Só saímos para um rolé local aqui pertinho de onde paramos mas já fiquei apaixonada pelo lugar. É uma vilazinha simpatiquérrima meio pitoresca com caminhos, casas, vistas, cores, tudo meio rústico numa perfeita simplicidade. E o pessoal local??? É só dizer que em poucas horas de passeio já fizemos vários amigos mirins, três deles já até visitaram o Gandaia. Ficaram encantados com nosso jeito de viver e curiosos perguntaram tudo sobre nossa casa, muito show! Neste rolé fomos a uma praia linda bem na entrada do canal, andamos nas redondezas e acessamos a Internet de uma lan house local. Depois da visita de Vinícios, Gabriel e Cauã nós almoçamos e enquanto o Lu dorme estou aqui. Mais tarde teremos reunião com a galera do Cruzeiro e depois, é claro, vamos dar mais passeios por aí. Estes eu conto depois. Axé, ops, até lá!





video

domingo, 3 de agosto de 2008

Vitoria 6

Oi gente! Ontem o dia foi de "treinamento"... brincadeirinha, é que passamos o dia inteiro no barco meio inseguros da âncora se soltar pois o vento e o mar estavam realmente fortes. É, pois é, mais fortes ainda. O lance é que de manhã saimos com o barco até a vaga no posto de gasolina para abastecer de água e dar uma lavadinha no convés e quando voltamos o bicho tava pegando bem mais. Após umas 2 horas de termos jogado a âncora, percebemos que o barco tinha ido um pouco pra trás, ou seja, a âncora provavelmente tinha garrado. Jogamos o ferro de novo e como o negócio tava brabo ficamos a bordo de olho na situação. A preguiça também imperava e com isso ficamos até umas 19h deitados fazendo "treinamento". Depois disso quem precisa de dramin??? Eu não! Nunca mais enjoei... A noite, como de costume bem mais calmo, fomos pra terra. Fomos com o Santini no Spolleto e lá encontramos o Ronald. Resolvemos esticar até aquele café bonitinho do dia anterior e ficamos lá de papo até quase meia noite.

Ontem na hora de ir ao posto reparamos que nosso motor estava com uma vibração diferente. Conversando com algumas pessoas achamos melhor fazer o alinhamento do eixo antes de sairmos para Abrolhos e isso será feito amanhã de manhã bem cedinho com um cara aqui de Vitória. Assim que ficar tudo ok, zarpamos.
Gente, esta será a nossa última postagem antes de sairmos de viagem. Ficaremos sem acesso a internet até quinta, sexta feira por isso não estranhem nosso sumiço. Assim que pudermos, voltaremos para contar nossas novas aventuras, já baianas.
Bons ventos para nós, ótima semana pra vocês!!! Até a Bahia!!

sábado, 2 de agosto de 2008

Vitoria 5


Bom dia!

Ontem assistimos uma palestra sobre Abrolhos. Nesta palestra nos foi dito o que é permitido e o que não é permitido por lá pois Abrolhos é uma área de proteção ambiental e eles fazem um trabalho super sério. A palestra foi bem interessante. Depois houve a reunião de rotina para falarmos sobre a próxima zarpada e por enquanto está decidido que vamos sair de domingo para segunda para chegarmos em Abrolhos na terça de manha.

A noite fomos jantar num Japa com nossos amigos do Rio (Christiane e Robert) e Santini. Foi super agradável e estava uma delícia. Para complementar a noite tivemos sobremesa em um café lindinho, tudo aqui perto do clube. Pena que não tirei foto das sobremesas... não deu tempo rsrsrs Estava tudo muuuuuito bom!

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Vitória 4




Oi pessoal, bom dia! Ontem foi um dia bem movimentado! De manhã fizemos um city tour de ônibus com o pessoal do grupo. Fomos visitar o Convento da Penha, depois passeamos por Vila Velha, passamos por alguns pontos clássicos de Vitória e voltamos umas 14h roxos de fome. Resolvemos então ir com alguns amigos conhecer a famosa moqueca capixaba no restaurante Pirão aqui pertinho do clube. Não sei se era a fome ou se realmente o negócio é um espetáculo mesmo mas achei uma delícia. O Lu gostou mas não morreu de amores não... é que verdade seja dita, peixe nunca foi nossa preferência mesmo. Eu me propus a começar a mudar meus hábitos a partir desta viagem, afinal vamos pro Nordeste, né? Mas o Lu é mais resistente a novos gostos e sabores.
Na foto do restaurante estão o Santini (ao meu lado), o Luiz Fernando e a Rô (e seu marido que não aparece na foto do veleiro Dona Rô). Santini e Luiz Fernando são nossos companheiros inseparáveis neste passeio. O Luiz é do Rio e já conhecíamos (veleiro Pappi) mas o Santini de São Paulo conhecemos nesta viagem apesar de já parecer amigo de infância.
Depois do almoço passamos no supermercado de novo (pra legumes e frutas) pois correu um boato de manhã de que iríamos seguir para Abrolhos hoje (sexta) a noite e tínhamos que nos abastecer. Voltamos para o barco, demos uma organizada nas compras e a noite no clube teve palestra, reunião e jantar dançante.

Enquanto rolava a palestra tivemos a maior surpresa, reencontramos amigos nossos do Rio que estão morando em Vitória há 3 anos, a Christiane e o Robert. Batemos um papinho e combinamos de sair pra jantar fora hoje a noite.

Não tirei fotos do jantar dançante mas foi bem legal. Aos poucos estamos fazendo novos amigos e ontem conhecemos o Sergio e seu filho Jonas que estão no veleiro Redboy. Eles que deram a palestra sobre sua viagem (mais a outra filha Carol) pela costa do Brasil. Compramos o livro e ontem mesmo já comecei a ler. Na foto do ônibus, eles estão atrás da gente.

Esta noite ventou um pouco mas nada exagerado e agora de manhã ainda venta. Não começou ainda aquela "pancadaria"mas pelo andar da carruagem... acho que não vamos escapar não...