quarta-feira, 30 de julho de 2008

Vitoria 4


Hoje a tarde teve a paella comunitária pro pessoal do cruzeiro. Lu estava lá, eu tive que sair pra colocar em dia necessidades femininas (depilação, manicure etc) . Aproveito pra deixar um pouco do ventinho Nordeste pra vocês. Não não gente, a gente tava parado mesmo, acreditem...

video

Vitória 3









Oiê!! Passei (Valeria) uns 2 dias sem escrever mas vou dar uma atualizada...



Bem, segunda feira foi um dia meio esquisito. Ventou muito de domingo pra segunda e o mar mexeu moooito. Tomei até dramin pra conseguir dormir pois estava "enjoadassa". Acordamos e a situação era a mesma, um saco! O lance é que nós (e mais alguns barcos) estamos ancorados meio do lado de fora da Marina pois lá pra dentro onde é mais abrigado está lotado. Só do Cruzeiro Costa Leste são 55 barcos, imaginem... enfim, acordamos meio mal.



O Lu foi buscar um amigo de outro veleiro pra ajudar com o lance do guincho (que era uma bobagem, coisa de fios ligados em lugares trocados, sei lá, algo assim, ainda bem!!) enquanto fui dar uma caminhada. Saí do botinho me arrastando, acho que era efeito do dramin mais a chapação do enjôo. Quando voltei, almoçamos e ficamos horas, horas mesmo decidindo o que fazer. O vento ainda estava um absurdo e as marolas insuportáveis. Não sabíamos se deveríamos jogar mais uma âncora (pra ir pra terra e deixar o barco seguro, bem presinho), se deveríamos procurar um lugar mais abrigado, se era o momento certo de sair pra procurar este lugar melhor, enfim, estávamos meio tensos pois toda esta dúvida e nós balançando, balançando, balançando. E o vento gritando! Sim porque faz barulho mesmo ainda mais que nosso gerador eólico estava a toda e faz um abrulho danado! Depois de horas resolvemos achar um lugar mais abrigado. Dentro de um stress danado levantamos o ferro e fomos procurar onde parar. Fomos mais pra dentro do Iate, numa praiazinha onde estavam vários veleiros, achamos que achamos um buraquinho e quando jogamos nossa âncora o barco começou a ir pra trás (parte da manobra mesmo) e quase encostou em outro barco. SUSTO!!! Subimos rapidamente a âncora. De repente vimos que nossa âncora agarrou em outra âncora e saimos arrastando outro veleiro. Tudo isso e o vento bombando, imaginem a emoção! Corri pra proa, desenrosquei a outra âncora da nossa, lancei no mar e saimos dali correndo, pedindo mil desculpas pro colega do outro veleiro que por muita sorte estava a bordo, nossa, que aventura horrorosa!!!


Percebemos então que realmente não havia mais lugar mesmo no local mais abrigado e voltamos pra o nosso ponto de partida. Paramos, jogamos o ferro de novo e depois a outra âncora que temos a bordo. Preferimos ficar com duas pra sair do barco mais tranquilos. E assim fizemos... Láááá pelo fim da tarde,ufa, o vento parou. A noite quando voltamos estava tudo uma calmaria. A noite de segunda pra terça foi beeeeeem melhor. Nós desmaiamos!!!


Na terça de manhã (ainda calmaria) resolvemos tirar o segundo ferro. No dia anterior no clube as opiniões divergiam quanto a esta opção da segunda âncora e na dúvida resolvemos tirá-la.


Foi um dia tranquilo apesar de que umas 11h o mesmo vento e o mesmo mar voltaram... que saco! Mas dizem qua aqui é assim mesmo. O vento (Nordeste) chega rasgando no meio da manha e a noite (quando a temperatura cai) ele se vai. Bom, já estávamos meio acostumados e conformados e seguimos nossa rotina normal. De manhã fizemos coisinhas pro barco (abastecimento de água, gás), cozinhei alguma coisa pra adiantar o almoço, levei roupa na lavanderia (pois é, não tem mais a casa da mamãe :o( ) e depois do almoço fomos passear aqui pelo bairro (Praia do Canto) e fazer compras, afinal a coca zero tá acabando.... De noite fiz uma sauninha e ficamos de papo na varanda do Clube com a galera toda, sempre muito divertido e voltamos (já na calmaria de novo) pro barco umas 22h para dormir.



Hoje (quarta) enquanto estou aqui atualizando o blog, o Lu está abastecendo o barco com diesel, está enchendo mais o tanque dágua e neste exatíssimo momento o vento acaba de começar (10 da manha....) Bem, o bom é que a gente já sabe que uma hora ele vai embora, tomara que seja logo!!

domingo, 27 de julho de 2008

Vitoria 2








Oi gente!! Hoje fizemos a maior social. De manhã, Luiz ficou trabalhando no barco enquanto saí pra dar uma caminhada, reconhecimento de área básico. Depois ele deu um pulinho no clube pra dar um mergulho na piscina, almoçamos a bordo (frango ao curry, hummm) e voltamos pro Iate, onde estavam quase todos da nossa galera. Ficamos de papo furado até o fim da tarde, fomos tomar sorvete na cidade e a noite fomos pra uma feirinha numa praça bem perto daqui. É claro que chegando lá acabamos encontrando todo mundo de novo. Foi festa, a galera tá em todas!



Voltamos pro barco quase 9 da noite... valeu!!

sábado, 26 de julho de 2008

Enfim Vitória




Oi pessoal, enfim chegamos!!! Saímos de Buzios na sexta quase 5h da manhã já com o contravento na cara... ééé, pois é.... tanta previsão mas infelizmente tivemos que encará-lo pois a idéia era pegar o Sudoeste na altura do tão temido Cabo de São Tomé e para isso tínhamos que pegar o Norte na cara no início da viagem. A não ser que tivéssemos esperado o Sudoeste em Búzios mas a galera preferiu assim...


Bem, contravento de 5h até umas 18h, mar super mexido, ondas vindo de proa com o barco caturrando muito. (pra quem não sabe, caturrar é quando o barco sobe com a proa na onda e cai em seguida batendo a proa ná agua, que "dilííícia"!) Passei(Valeria) muuuuuito mal, só conseguia ficar deitada, um mal estar danado! O Lu até que estava tranquilo, sorte a dele que não enjoa nada, impressionante. E olha que ele desce e sobe centenas de vezes pra olhar a carta, fazer marcações, falar no rádio (o portátil não pega tão bem) Só de olhar ele olhando pra aquele mapa me dá vontade de vomitar. Agora é engraçado falar mas na hora a vontade é de ser abduzida, teletransportada, qualquer coisa !! E isso foi só o começo!!!! Lá pelas 18h o vento deu uma parada e o mar consequentemente acalmou, parecia um paraíso. O Lu preparou o barco baixando a vela grande pois só iríamos com a genoa e até consegui preparar algo para ele comer. Deu uma levantada de moral aquela calmaria mas..... era só o prenúncio do esperado Sudoeste que de fato começou a entrar, ufa, a previsão estava certa! O único probleminha é que junto com o bendito vento o mar começou a crescer... e bem!!!! As ondas agora vinham de popa (por trás) e eram grandes de assustar, pena que a foto não ilustra bem a realidade senão vcs veriam o que estou falando! Deviam ter de 3 a 4 metros. Já aqui em Vitória soubemos que um barco maior que o nosso foi levemente "lavado"por elas... ainda bem que não passamos por isso!!


O barco atingiu ótima velocidade com vento e ondas empurrando mas o balanço e o desconforto causado por esta combinação... vocês não queiram imaginar... insuportável!!! Aí até o Lu ficou de saco cheio pra vocês terem noção do que foi. Tirou até o humor dele, coisa rara! Mas enjoado ele não ficou, ainda bem, alguém teve que trabalhar, né? Tô brincando, eu estava mal mas daria pra ficar no leme fazendo meu turno. Insisti pra ele dormir um pouco e eu ficar de olho mas não teve jeito, ele não queria sair dali de jeito nenhum, estava meio tenso com a situação.


Viemos assim atéééé o finalzinho da travessia, até aqui dentro da baía de Vitória estava mexido mas bem melhor que lá fora, é claro! Ahh!!! Hoje pela manhã no meio de todo aquele desconforto uma baleia Jubarte, que linda!!! Presentão depois de trinta e tantas horas de desconforto, né?


Chegamos no Iate Clube de Vitória quase 13h exaustos, loucos pra comer, tomar um bom banho e descansar mas como não haviam mais vagas no píer tivemos que jogar ferro junto a outros veleiros na parte de fora do clube qual não foi nossa triste surpresa, o guincho da âncora não funcionou. Não acreditamos... atracamos o barco no posto de gasolina do clube pra pedir ajuda de algum eletricista mas não conseguimos, só na segunda tomaremos providências quanto a isso. Viemos então ao ponto onde pararíamos e jogamos o ferro com a mão mesmo. Aí vcs pensam assim: ah! Jogar é fácil, quero ver puxar de volta!!! Pois é, jogamos muito perto das pedras e sim, depois de tudo que passamos nestas últimas horas o Lu teve que subir âncora para jogarmos de novo mais afastados das pedras. Fácil, fácil, só 15 quilos de ferro mais uns quilos de corrente. Mas no fim deu tudo certo. Almoçamos, tomamos banho e enquanto estou aqui relatando toda esta história o Lu está completamente capotado aqui no sofá na minha frente. Vou tirar uma foto, peraí!

Depois desta merecida soneca, demos um pulo no clube para saber como foi a travessia dos outros barcos e quase todos acharam o mesmo que nós, puro desconforto. Voltamos cedo e daqui a pouco vamos dormir. Boa Noite!!

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Buzios 4



Hoje a tarde fomos até a praia da Ferradurinha. Fomos de Kombi até o ponto da estrada mais perto do canto esquerdo de Geribá e andamos até lá. É uma praiazinha muito simpática, uma pena que está lotada de ponta a ponta de cadeiras e mesas vermelhas de plástico quebrando totalmente o clima belo da paisagem. Fora as mansões e pousadas das redonzezas... não tem jeito, é o preço do "progresso". Bem, fora estes detalhes, a tarde foi deliciosa pois o lugar é realmente um astral. O tempo estava um pouquinho encoberto mas o sol permaneceu entre nuvens até o final do dia.

Na volta para o clube tivemos nossa última reunião antes de zarpar pra Vitória e ficou decidido que sairemos amanhã por volta das 5h. A previsão de chegada em Vitória é sábado de tarde.
A noite subimos o botinho, arrumamos o barco, Lu preparou nossa rota no chartplotter e vim atualizar o blog pois agora só sabado!!!
Até lá!!!

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Buzios 3



Bem, hoje o vento deu uma trégua, que alívio!! De manhã já estava tudo mais tranquilo... fomos para a terra umas 10h da manhã, fui dar uma caminhada enquanto o Lu se reunia com os comandantes da flotilha. No início da tarde fomos a praia na Azeda e de lá seguimos para o churrasco da galera em um quiosque no caminho da praia dos Ossos. Chegamos no Gandaia umas 18h, adiantei umas comidinhas pra travessia, jogamos meia partida de buraco ouvindo um sonzinho e daqui a pouco vamos dormir...

terça-feira, 22 de julho de 2008

Buzios 2




Esta noite ventou um NE bem forte (30-35 nós) sem um minuto de trégua. O nosso eólico adorou mas o Gandaia não parava de balançar, teve até barco que garrou com poita e tudo.


De manhã teve reunião de comandante e foi anunciado que devemos seguir viagem para Vitória entre quinta e sexta-feira. Durante a reunião a Valeria foi dar uma caminhada. Almoçamos no barco e ficamos de bobeira quando de repente vi pela vigia que o mastro do veleiro Om estava caindo. Peguei o bote e fui ajudar. Conseguimos segurá-lo com algumas adriças e parece que o pessoal da Nautos virá amanhã consertar o estrago.


De tarde ficamos ouvindo um som no Ipod e curtindo o por do sol e a noitinha ficamos no bar do Iate com a galera. Voltamos para o barco, a Valeria assistiu um pouco de TV enquanto eu fiquei de olho no vento lá fora, o mesmo do inicio do post.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Búzios




Hoje de manhã depois de um merecido descanso, fomos a praia na Azedinha. Voltamos para o barco para almoçar, recebemos a visita do nosso novo amigo Santini e ficamos jogando conversa fora até o fim da tarde. A Valéria preparou uma sopa de ervilha que estava ótima e depois do jantar fomos a cidade dar uma volta.




p.s.: Reparem no congestionamento de botes, não tem jeito todas as segundas são assim ...

domingo, 20 de julho de 2008

Inicio do Cruzeiro Costa Leste





Bem pessoal,


Estamos começando a nossa viagem com o Cruzeiro Costa Leste. A primeira perna saiu do Rio de Janeiro em direção a Búzios ontem, dia 19/07/2008 as 21:15. A travessia começou sem vento e com corrente a favor e alcançamos 6,5 a 7 nós no motor. Na altura de Saquarema encontramos uma corrente contra fazendo nossa velocidade cair para 4,5 a 5 nós. Só começou a ventar a umas 15 milhas da ilha de Cabo Frio, o vento era NE e velejamos um pouco mas quando contornamos a ilha o vento passou a ser de proa e voltamos a motorar até Búzios.


Chegamos bem ao Iate Clube de Búzios hoje as 13:00, almoçamos e passamos o dia descansando.